quinta-feira, 21 de agosto de 2008

@ ESPECIAL


FUTEBOL FEMININO ( PEQUIM 2008)
Meninas encantam, mas falham na final
Mesmo melhor em grande parte da decisão contra os Estados Unidos nesta quinta-feira em Pequim, a seleção feminina de futebol não soube traduzir em gols a imensa superioridade técnica na partida e acabou as Olimpíadas com o mesmo desfecho dos Jogos de Atenas há quatro anos, com a medalha de prata no peito, selada pela derrota na prorrogação por 1 a 0. Do ouro, apenas a sensação doída de ter chegado mais uma vez muito perto.
Vice-campeãs dos Jogos de 2004 e do Mundial do ano passado, a seleção de Marta, Cristiane e companhia chegou à China com discurso de que somente o ouro interessava a essa geração, que evoluiu demais nos últimos tempos, mas que ainda não tinha no currículo uma grande glória. Esse sentimento só aumentou durante a boa campanha nas Olimpíadas.
Pela primeira vez a seleção feminina de futebol do país chegou a uma decisão com o favoritismo a seu lado, condição reforçada pela eliminação das bicampeãs mundiais alemãs com uma impressionante goleada por 4 a 1 na semifinal. O aguardado domínio contra as norte-americanas foi visto durante todo o tempo normal. Mas uma afobação no momento de definir impediu que as brasileiras quebrassem de uma vez por todas a sina de ‘geração do quase’.
COMENTARIO
Vou escrever poucas palavras, o futebol e apaixonante e lindo, mas em muitas vezes injusto, a vitoria das americanas foi uma das maiores injustiças que ja presenciei no futebol.
.......................................................................Jp

Um comentário:

Pâm SãoPauliNa-RP disse...

Putz elas mereciam o ouro!!!!!!!!!